Quarta, 12 Novembro 2008 12:13

Preparar a grande marcha a Brasília

O Plebiscito Popular foi um importante momento de conscientização dos trabalhadores e da população contra a política econômica neoliberal continuada e aprofundada pelo governo Lula. Provou o rechaço da população a temas como as privatizações e a reforma da Previdência. Mostrou ainda que direções como a CUT e a UNE já não conseguem barrar as lutas que se chocam com o governo.

No entanto, após o enorme trabalho de educação popular, é preciso agora fazer avançar as mobilizações diretas contra essa política e as reformas, principalmente a reforma da Previdência. O governo quer finalizar a proposta de reforma ainda em setembro para enviar ao Congresso. Portanto, ganha ainda mais importância a marcha a Brasília convocada por entidades como a Conlutas para o dia 24 de outubro. Pelos cálculos do governo, a reforma da Previdência estará tramitando no Congresso.

É necessário preparar e organizar a marcha nas bases das categorias, convidando os milhares de ativistas que participaram da realização do plebiscito, assim como os trabalhadores que votaram. Da mesma forma que o Plebiscito Popular impulsionou o Grito dos Excluídos, levando em São Paulo, por exemplo, 2 mil manifestantes a mais que em 2006, a votação pode servir para fortalecer ainda mais a preparação da marcha.

25 de Setembro

Antes, no dia 25 de setembro, ocorre a entrega do resultado do plebiscito em Brasília. O dia será marcado por atos e protestos nos estados, acumulando forças para o dia 24, que poderá ser o maior protesto durante o governo Lula.

Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Serviços de Saúde de BH e região © 2012
Rua Floresta, 114 - Bairro Floresta - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 2102-2665